Imobiliária em Joinville SC | Anagê Imóveis | Compra, Venda e Aluguel

Imóveis favoritos Não há favoritos adicionados
Você pode adicionar imóveis aos favoritos
clicando no ícone
Histórico de visualização Nenhum imóvel foi visualizado

Governo divulga regras para implementação do MCMV em cidades com até 50 mil habitantes

14 de fevereiro de 2013 por admin

A seleção do programa federal “Minha casa, minha vida” para municípios com até 50 mil habitantes foi aberta nesta segunda-feira, 04, pela Secretaria Nacional de Habitação (SNH) do Ministério das Cidades. As regras para quem deseja participar foram publicadas na Portaria nº 56, no Diário Oficial da União (DOU).

Segundo a assessoria de imprensa do ministério, “os formulários para cadastramento das propostas deverão ser preenchidos pelos proponentes, que são estados (uma proposta para cada município cadastrado) e municípios (até duas propostas)”. Eles já estão disponíveis no site do ministério. O público alvo do programa são famílias com rendimento mensal bruto de até R$ 1.600.

Maria Henriqueta Arantes Ferreira Alves, consultora técnica da Câmara Brasileira da Indústria da Construção, explica que cada fonte de recurso é destinada a uma faixa e uma forma do programa federal. “Essa modalidade atende exclusivamente a faixa 1 – renda de até R$ 1.600. Quem pode captar esse dinheiro junto ao Governo Federal são as instituições financeiras, que executam os emrpeendimentos, normalmente, em parceria com estados e prefeituras”, diz. Por isso ela afirma que as empresas não devem participar da seleção. “Do ponto de vista de empresas de construção não é atrativo”, afirma Maria Henriqueta.

A seleção vai até 5 de abril. Ainda de acordo com a assessoria, “a partir da seleção dos beneficiários, até a entrega das chaves das unidades habitacionais, os proponentes são obrigados a desenvolver um trabalho social junto aos beneficiários. O objetivo é promover o exercício da participação cidadã, além de favorecer a organização da população e a gestão comunitária dos espaços comuns, para contribuir com a melhoria da qualidade de vida das famílias e a sustentabilidade dos empreendimentos”.

Fonte: CBIC

Categorias: Mercado e economia, Mercado imobiliário

Deixe um comentário

*

Pensando em comprar ou alugar um imóvel?
Deixe seu e-mail e receba nossas dicas e novidades!