Imobiliária em Joinville SC | Anagê Imóveis | Compra, Venda e Aluguel

Imóveis favoritos Não há favoritos adicionados
Você pode adicionar imóveis aos favoritos
clicando no ícone
Histórico de visualização Nenhum imóvel foi visualizado

Conheça os fatores que podem impedir você de financiar um imóvel

6 de julho de 2017 por admin

blog_post7

3 restrições de crédito que podem te causar problemas na realização do sonho da casa própria e como resolvê-las

Comprar um imóvel à vista é um luxo restrito a uma parcela muito pequena da população brasileira. Para quem não faz parte desse seleto grupo, a opção mais indicada para a compra de uma casa ou apartamento é o financiamento imobiliário.

São dezenas de possibilidades, com diferentes taxas de juros e formas de pagamento. Bancos privados, públicos e programas habitacionais, como o Minha Casa Minha Vida, facilitam a compra de imóveis para quem não pode pagar o valor total integralmente.

Mas, apesar de facilitar a vida de quem precisa de aporte financeiro para comprar um imóvel, as instituições financeiras possuem uma série de exigências que antecedem a liberação do crédito imobiliário. Isso, no entanto, é totalmente esperado e coerente, já que estamos falando de valores que ultrapassam os seis dígitos, e o processo precisa ser absolutamente seguro para os dois lados.

Por isso, preparamos este artigo para que você saiba quais são os fatores que podem atrapalhar ou até mesmo impedir o financiamento de um imóvel. Confira:

1 – Nome cadastrado em órgãos de proteção ao crédito

Quando você busca a aprovação de crédito imobiliário em algum banco ou financiadora, a primeira análise realizada é para saber se você está cadastrado em algum órgão de proteção ao crédito, como SPC ou Serasa. Estar com o nome positivado (nome sujo) pode ser um grande problema neste momento, contribuindo inclusive para uma não aprovação do financiamento.

Como resolver?

Se você sabe qual empresa motivou o cadastro do seu nome como positivado, entre em contato com a mesma e negocie o pagamento da dívida. Caso não saiba, procure pelo órgão de proteção ao crédito em questão e solicite a identificação desta empresa. Quitando o valor pendente, seu nome volta a ser negativado imediatamente.

2 – Problemas com a Receita Federal ou o INSS

Sabe aquela declaração de imposto de renda que você não entregou? É algo que pode atrapalhar muito na hora de financiar um imóvel. Outras questões que envolvem esses dois órgãos federais, como problemas com o seu CPF e dívida ativa devido a impostos em atraso, provavelmente irão dificultar o processo de liberação de crédito para comprar um imóvel.

Como resolver?

Procure o órgão no qual você está cadastrado e identifique o problema. Em seguida, analise a forma mais rápida e efetiva de resolvê-lo. Quando antes for solucionado, mais rápido seu nome volta a ficar apto para aprovação de financiamentos, inclusive o imobiliário.

3 – Cadastro de Emitentes de Cheques Sem Fundo no Banco Central

Qualquer cheque sem fundo emitido em seu nome na praça também pode ser um baita problemão na hora de financiar um imóvel. Os nomes atrelados ao Cadastro de Emitentes de Cheques Sem Fundo (CCF) no Banco Central ficam visíveis para qualquer instituição financeira. Ou seja, o sonho do imóvel próprio fica mais longe se o seu CPF estiver cadastrado neste órgão.

Como resolver?

Você precisa negociar o pagamento do saldo em débito com a empresa ou pessoa física a qual você pagou com o cheque sem fundo. Feito isso, entregue o cheque à sua agência bancária e solicite a exclusão do seu nome do CCF. Saiba, de antemão, que os bancos cobram uma taxa para fornecer essa negativa.

Essas restrições também valem para o Minha Casa Minha Vida?

O maior programa habitacional do país, o Minha Casa Minha Vida, possui quatro faixas de financiamento. Se você se enquadra nas linhas 1,5, 2 ou 3, todos os fatores citados acima podem interferir na aprovação do crédito imobiliário solicitado.

Na faixa 1 as exigências são menores, tendo em vista que os valores financiados são bem baixos e, geralmente, focados em conjuntos habitacionais entregues pelo governo à famílias de baixa renda.

Em todas as quatro faixas, existem fatores que impedem a liberação do financiamento. Essas características são específicas para aprovação de crédito imobiliário através do Minha Casa Minha Vida. Veja quais são:

– Ter recebido benefícios de algum programa habitacional;

– Estar cadastrado no Cadastro Nacional de Mutuários (CADMUT);

– Ter um imóvel;

– Ser arrendatário do Programa de Arrendamento Residencial (PAR);

– Ter um financiamento de imóvel residencial ou de material de construção em seu nome;

– Estar inscrito no Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (CADIN);

– Ser empregado na Caixa Econômica Federal ou cônjuge.

É muito importante conhecer todos esses fatores e resolvê-los o quanto antes, caso você esteja com seu nome pendente em algum deles. Financiar um imóvel não é um processo rápido. Porém, pode ser tranquilo se não houverem impedimentos como os citados acima.

Caso esteja interessado em saber mais sobre o financiamento de imóveis pelo Minha Casa Minha Vida, temos um e-Book que pode ajudá-lo:

 

 

banner_post8

 

Leia também: dicas de como economizar para comprar um imóvel em 2018.

Categorias: Comprar Imóvel, Primeiro imóvelTags:, , , , |

Deixe um comentário

*

Pensando em comprar ou alugar um imóvel?
Deixe seu e-mail e receba nossas dicas e novidades!