Imobiliária em Joinville SC | Anagê Imóveis | Compra, Venda e Aluguel

Imóveis favoritos Não há favoritos adicionados
Você pode adicionar imóveis aos favoritos
clicando no ícone
Histórico de visualização Nenhum imóvel foi visualizado

Documentação de locação: como o descuido pode te fazer perder um imóvel

17 de janeiro de 2018 por anage-imoveis
Documentação de locação: como o descuido pode te fazer perder um imóvel

Documentação de locação: como o descuido pode te fazer perder um imóvel

Encontrar um imóvel para locação que seja perto do trabalho, que caiba no orçamento e que possa ser chamado de lar para seguir a vida em família é um sonho definitivamente atingível. No entanto, por vezes, alguns descuidos com relação à documentação de locação podem te fazer perder uma grande oportunidade.

Não há dúvidas de que a busca e a avaliação de um imóvel, bem como o processo de decisão, são tarefas difíceis (e demoradas). A reflexão deve ser feita com bastante calma e segurança! Mas é preciso ter em mente que um dos fatores que pode atrasar ainda mais esse processo é a falta de documentos.

Você ainda não sabe qual a documentação específica o locatário deve apresentar ao alugar um imóvel? Então, o post a seguir vai apresentar quais são eles e explicar a importância da documentação no âmbito da locação de imóveis. Vamos lá?

Documentos necessários para pessoas físicas

Para as pessoas físicas, que não são casadas, faz-se necessária a apresentação de originais e cópias de:

  • documentos de identificação: RG e CPF;
  • comprovante de residência, que pode ser a conta de energia elétrica ou alguma outra fatura na qual conste tal informação;
  • comprovante de rendimento atualizado, que tenha valor igual ou superior a três vezes o valor do aluguel, que pode ser o contracheque, também conhecido como “holerite”;
  • preenchimento do formulário de inquilino fornecido pela imobiliária.

Já no caso das pessoas físicas casadas, o cônjuge deverá apresentar os mesmos documentos relacionamos acima, e ambos devem apresentar a Certidão de Casamento. Por outro lado, se o locatário for separado ou divorciado, deverá apresentar a Certidão de Casamento averbada ou Termo de Audiência produzido em juízo.

Documentos necessários para pessoas jurídicas

Já para as pessoas jurídicas, é necessária a apresentação de originais e cópias de:

  • Contrato Social/Estatuto social;
  • documentos de identificação: CNPJ e Inscrição Estadual, caso tenha;
  • documentos de identificação do representante da empresa: RG e CPF;
  • comprovante de residência do representante;
  • comprovante de rendimentos da empresa, o chamado “balancete”;
  • preenchimento do formulário de inquilino fornecido pela imobiliária.

Documentação de locação para o fiador

Uma das formas de garantir a locação é a figura do fiador, que passa a ter a obrigação de realizar o pagamento de débitos do locatário, caso ele não consiga cumpri-los. É necessária a apresentação dos mesmos documentos, adicionando a certidão de matrícula atualizada com negativa de ônus do imóvel em seu nome, que servirá como garantia do débito.

Eventualmente, podem ser solicitados documentos suplementares. Caso algum documento seja esquecido, outra pessoa pode estar com a ficha aprovada na imobiliária em questão e, infelizmente, alugar o imóvel antes que você possa fazê-lo.

Você está assustado com a documentação exigida para a locação? Que tal realizar uma pesquisa de mercado com uma empresa especialista no tema? Conte com a ajuda de uma imobiliária que é referência no mercado e possua credibilidade — transmitindo, assim, segurança e tranquilidade ao cliente. Assim, você evita descuidos que o façam perder um bom imóvel!

Gostou das dicas sobre a documentação de locação? Compartilhe nas suas redes sociais para que seus amigos também fiquem por dentro. Eles vão adorar!

Categorias: DicasTags:, , |

Deixe um comentário

*

Pensando em comprar ou alugar um imóvel?
Deixe seu e-mail e receba nossas dicas e novidades!