Imóveis favoritos Não há favoritos adicionados
Você pode adicionar imóveis aos favoritos
clicando no ícone
Histórico de visualização Nenhum imóvel foi visualizado

Financiar imóvel ou pagar aluguel? Veja qual a melhor opção

1 de abril de 2021 por anage-imoveis

Depois de passar um tempo morando de aluguel, chega aquele momento em que a maioria das pessoas questiona: qual será a melhor opção, financiar imóvel ou pagar aluguel? 

Essa é uma dúvida frequente porque impacta diretamente no seu futuro. As condições facilitadas do financiamento imobiliário atraem cada vez mais os interessados em pagar uma parcela que se assemelha ao valor do aluguel, mas que é muito mais vantajosa pois garante o imóvel próprio.

Por outro lado, alugar pode ser considerada uma escolha mais viável para quem ainda não tem definidos alguns quesitos, como a intenção de se fixar em um endereço.

Se você está se perguntando se é melhor pagar aluguel ou financiar imóvel, acompanhe neste artigo informações que podem te ajudar a tomar a melhor decisão.

Financiamento ou aluguel: como decidir

Para acertar na escolha entre financiar imóvel ou pagar aluguel, é necessário ter clareza a respeito de alguns pontos fundamentais. É com base neles que você perceberá se a melhor opção é continuar como inquilino ou virar proprietário do seu imóvel. Confira:

– Perspectiva de permanecer ou não no imóvel;

– Preferência por estabilidade ou por flexibilidade de moradia;

– Planejamento financeiro para assumir o financiamento imobiliário;

– Análise de objetivos profissionais e pessoais.

A recomendação dos especialistas é que tanto o aluguel quanto a prestação do imóvel próprio não devem ultrapassar 30% da renda familiar. Para as linhas de crédito imobiliário essa é uma das condições exigidas para fechar negócio.

Na hora de escolher entre aluguel ou financiamento, é importante avaliar também os gastos com outras taxas, como condomínio e IPTU, e colocar no papel as vantagens dos imóveis prospectados – para compra e para locação – para fazer uma comparação. 

Depois de analisar cada um desses pontos ficará mais fácil decidir entre morar de aluguel ou financiar.

A seguir, conheça as vantagens de comprar um imóvel e entenda porque muita gente está trocando o aluguel pela compra de casa ou apartamento com prestação de um financiamento.

Vantagens de comprar um imóvel 

Comprar um imóvel, além da realização de um sonho, é um investimento. E as vantagens não param por aí. A segurança e a estabilidade de contar com um imóvel próprio para a família estão entre os fatores que mais pesam na hora da decisão de compra.

Investir no patrimônio pessoal é garantir segurança financeira para a família de forma vitalícia. Outra vantagem é a valorização do imóvel, tendo em vista aspectos como localização e conservação. 

Além disso, se houver necessidade é possível gerar renda com o imóvel, seja por meio da locação, seja por meio da venda.

Atualmente, outra vantagem chama a atenção: os juros baixos do financiamento imobiliário. Já pensou em comprar sua casa ou apartamento com entrada baixa e ainda contar com juros que vão de 4,5% (Casa Verde e Amarela) a 14% ao ano? As taxas menores referem-se aos juros dos programas habitacionais e estão sujeitas a condições mínimas para o enquadramento, porém, outras linhas de crédito estão com juros bem abaixo dos praticados anteriormente. 

Muitas vezes, o valor da prestação do financiamento estará próximo ao do aluguel. Ou seja, essa é uma boa hora para a compra de imóveis.

Como comprar um imóvel financiado

Há alguns anos, preocupações como “quanto eu preciso ganhar para comprar um apartamento” ou “qual a renda mínima para financiar um imóvel” eram comuns. Hoje em dia, porém, o interessado na compra do imóvel próprio conta com condições atrativas.

O passo a passo para a aquisição da sua casa ou apartamento envolve etapas como:

– escolha do imóvel ideal;

– negociação do valor de compra e venda;

– busca por uma linha de financiamento imobiliário que mais se adeque às suas condições e necessidades;

– preparação da documentação necessária;

– assinatura do contrato.

Em relação ao financiamento imobiliário, é necessário ter uma reserva para a entrada, que varia, em geral, entre 20% a 30% do valor do imóvel. Há ainda a possibilidade de utilização do saldo do FGTS para a compra de imóveis novos ou usados.

A recomendação é fazer uma simulação do financiamento. Para isso, você deve informar dados como renda familiar, valor aproximado do imóvel e localização. Com base na simulação, é possível verificar as opções de crédito habitacional disponíveis e acessar o detalhamento das prestações, do prazo de pagamento e ainda calcular o valor da entrada.

Depois disso, basta apresentar a documentação para análise de crédito e aguardar a análise do imóvel a ser financiado por parte da instituição bancária. Com a aprovação, é só assinar o contrato e pronto: o imóvel já é seu!

Para cada uma das etapas, a recomendação é contar com profissionais especializados no mercado imobiliário, que irão orientar o comprador para evitar possíveis transtornos.

Quer saber mais detalhes sobre como comprar um apartamento ou uma casa em Joinville? Acesse aqui um post do nosso blog com todas as informações que você precisa saber.

Comprar imóvel em Joinville

Quer sair do aluguel e comprar seu imóvel em Joinville com condições facilitadas de financiamento? Fale com os consultores da Anagê Imóveis. Eles irão te ajudar a encontrar o imóvel ideal e a definir uma entrada que cabe no seu bolso e mais parcelas fixas do restante financiado.

A Anagê possui tradição de mais de três décadas de atuação no mercado imobiliário, a maior carteira de imóveis à venda em Joinville e ainda assessoria para financiamento. 

Realize o seu sonho e troque de vez o aluguel pela prestação do seu imóvel próprio!

Categorias: Comprar ImóvelTags:, , |

Deixe um comentário

*

Pensando em comprar ou alugar um imóvel?
Deixe seu e-mail e receba nossas dicas e novidades!